sexta-feira, 27 de outubro de 2017

TENDÊNCIA MARXISTA-LENINISTA INGRESSA NA GAZETA REVOLUCIONÁRIA

A TML ingressa na Gazeta Revolucionária após discutir as diferenças entre os dois agrupamentos.

Verificamos que as nossas divergências se circunscrevem à caracterização da Rússia e China que, para  a GR, ainda não são imperialistas, enquanto para a TML esses países são imperialistas.

Por outro lado, destacamos as seguintes convergências: 

a) a defesa da Teoria da Revolução Permanente,  pela rejeição da “Frente Única Anti-imperialista”, entendendo-a como frente popular ou frente populista de conciliação e colaboração de classes com a burguesia;

b) a luta contra o golpe militar que se avizinha; 

c) a luta por um Congresso da classe trabalhadora; e

d) a luta por uma Internacional operária, comunista e revolucionária, não reivindicando nenhum agrupamento internacional após 1952. 

As discussões levaram a GR e a TML à conclusão de que, apesar das divergências acima apontadas, não se justificava a existência dos dois agrupamentos e que era necessário unir as nossas forças.

TENDÊNCIA MARXISTA-LENINISTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário